Home / Sem categoria / Em apenas duas das nove edições da Série B com pontos corridos o lanterna na virada do turno conseguiu escapar do rebaixamento

Em apenas duas das nove edições da Série B com pontos corridos o lanterna na virada do turno conseguiu escapar do rebaixamento

Há cerca de um ano, o Ceará vencia o Luverdense no Castelão por 3 a 1 e encerrava a primeira metade da Série B 2014 na liderança, como favorito ao acesso e ao título, mas a vaga na Série A não se concretizou. Nesta temporada, o Vovô também encerrou o turno com vitória (2 a 1 sobre o Macaé no último sábado), mas em situação de tabela oposta.

O Ceará virou o turno da Série B 2015 na lanterna, com apenas 14 pontos, e lutando contra o que pode ser um inédito rebaixamento para a Série C. De 2006 para cá, desde que o sistema de pontos corridos foi implementado na Série B, em apenas duas ocasiões o time que terminou os primeiros 19 jogos em último conseguiu evitar a queda.

Em 2006, o Remo fechou o turno com 15 pontos na lanterna e finalizou a competição em 12º lugar, com 46. Em 2013, o ABC corria sério risco de queda com os mesmos 14 pontos que o Vovô tem hoje. O time potiguar se recuperou e se livrou do rebaixamento com um 14º lugar, também com

46 pontos. Os números mostram que o Ceará tem motivos para se preocupar, pois em sete edições da Série B o lanterna na virada do turno foi de fato rebaixado e os episódios com Remo e ABC são exceções.

Os números também mostram que o Ceará precisa, no mínimo, dobrar o aproveitamento para escapar da queda. O time de Porangabuçu tem de fazer 28 pontos nos próximos 19 jogos, o que deixaria o Vovô com 42 pontos. No entanto, para ter certeza de que não cairá, o Alvinegro precisa terminar a Série B com 44 ou 45 pontos, ou seja, daqui para frente tem de ter desempenho semelhantes às equipes que brigam pelo acesso.

CASO SEMELHANTE
Esta é a primeira vez que o Ceará vira o turno na lanterna da Série B. No entanto, o Vovô já passou por situação semelhante na competição. No mesmo ano de 2006 que o Remo conseguiu recuperação surpreendente. Nove anos atrás, o Vovô encerrou o turno com 15 pontos, e assim como o clube paraense, mostrou poder de reação. Na ocasião, o Ceará dobrou o aproveitamento na segunda metade e encerrou a competição com 45 pontos no 14º lugar.

HISTÓRICO

2006 – REMO: lanterna na virada de turno e 12º no final
2007 – ITUANO: lanterna na virada de turno e no final
2008 – CRB: lanterna na virada de turno e no final
2009 – CAMPINENSE: lanterna na virada de turno e 19º no final
2010 – IPATINGA: lanterna na virada de turno e 19º no final
2011 – D. CAXIAS: lanterna na virada de turno e no final
2012 – BARUERI: lanterna na virada de turno e no final
2013 – ABC: lanterna na virada de turno e 14º no final
2014 – VILA NOVA: lanterna na virada de turno e 19º no final

Foto: Fábio Lima

Fonte: O Povo

Além disso, verifique

Rolim de Moura sedia entre os dias 16 a 18 o JESAB 2018

Rolim de Moura sedia mais uma vez a Jornada Esportiva de AABBs nos dias 17 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *